Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

SABIA QUE AS MULHERES MUÇULMANAS NÃO USAVAM BURCAS OU HIJABS ANTES DOS ANOS 80?

Mäyjo, 23.02.16

AFEGANISTÃO

“Enquanto criança, lembro-me da minha mãe usar mini-saia e de nos levar ao cinemaA minha tia andou na Universidade de Cabul.” - Horia

As mulheres afegãs começaram a votar em 1919 - um ano depois das mulheres no Reino Unido e um ano antes das mulheres nos EUA. 

Cabul, Afeganistão, 1972
Cabul, Afeganistão, anos 60
Cabul, anos 60
Aula de Biologia na Universidade de Cabul
Escola
Sala de aula
Aeroporto de Cabul
Loja de música, Cabul, anos 60
Coro vocal afegão
Estudantes da Universidade de Cabul, anos 60
Estilista Safia Tarzi no seu estúdio, Cabul, 1969
O Afeganistão na Vogue de dezembro de 1969
Fotografia da Vogue de 1969
IRÃO
Mulheres protestam contra o uso forçado do hijab, Irão, março 1979
Mulheres iranianas protestam contra a lei do Hijab, em Teerão, 1979 | Fotógrafa: Hengameh Golestan
IRAQUE
Em 1933, matriculou-se a primeira mulher iraquiana em Medicina. 


Um grupo de alunos da Universidade, em Bagdade, em 1950
Um grupo de alunas da Faculdade de Medicina da Universidade de Bagdade, 1969
Estudantes em Bagdade, em 1939
Enfermeiras iraquianas
Aula de desenho, Bagdade anos 50
Concorrente do Iraque a Miss Universo, 1972



EGITO
Universidade do Cairo, Egito
Praia, anos 50
Mulher polícia, anos 60

 

Fontes: The Guardian, Amnesty International UK, Diario Norte, Feminist Pics, Dorar Aliraq, Egyptian Streets

 

A NATUREZA INTOCADA DO AFEGANISTÃO

Mäyjo, 04.08.15

O Afeganistão é um dos mais perigosos países do mundo e poucos turistas – e muito menos ocidentais – arriscam uma visita. Mas, todos os anos, uma mão cheia de esquiadores aventurosos ganham coragem para fazer a longa caminhada até Bamyan, no Afeganistão Central, onde vivem algumas das mais pobres pessoas do mundo.

O que os leva até lá? A única competição de ski do país, organizada pela Aga Kahn Foundation para desenvolver a região e permitir o desenvolvimento económico. A competição foi lançada em 2008 e tem como patrocinador a marca suíça Volkl, responsável pelos equipamentos e treinos dos locais.

Desde 2011 que a empresa britânica Untamed Borders organiza viagens até Bamyan – especificamente para participantes na competição – e, desde então, entre 10 a 20 locais chegam à montanha todos os anos, respeitando sempre a segurança e natureza do local, de acordo com Kausar Hussain, co-fundador da competição.

E se imagina o Afeganistão como um local quente e árido, devido a todas imagens que viu nos últimos anos na televisão, fique a saber que há cenários de Inverno que nos remetem para outros locais bem afastados, do Canadá, Himalaias ou Andes.

Bamyan, que fica na antiga Rota da Seda, é um cenário pitoresco coberto de neve. As montanhas Hindu Kush, que a rodeiam, é uma das cordilheiras menos exploradas do mundo – e continuará a sê-lo nos próximos anos.

Assim, imagens destas não serão publicadas todos os anos.